sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

A MENINA QUE SONHA - Homenagem a Josy Fada

Ser menina sonhadora
Que acredita no amor,
No carinho de namorados,
Nas promessas feitas com calor!



Ser criança, que não quer crescer,
Pois crescer lhe fará chorar,
Crescer significa sofrer
E não quer jamais acordar...

Não quero que acorde e nem desista de seus sonhos
De suas quimeras, de seus ideais,
Da minha esperança de um dia encontrar
O príncipe que calará meus ais!



Seu sonho é ter o seu castelo,
Onde seus sonhos se realizam,
Onde os amores são verdadeiros
E as promessas se concretizam!



Quero sempre assim lhe ver...
Sonhando, esperando este dia,
Dia que (tenho certeza de que em breve) chegará,
Trazendo consigo alegre melodia!

Melodia que traz amor e paz,
Melodia que seu coração preencherá,
Com risos e muita alegria,
Que muito feliz lhe fará!
_______________________

Quero prestar essa homenagem a minha MANAMIGA, que é uma pessoa maravilhosa e a quem todos nós aqui desejamos toda a boa sorte e felicidade do mundo, estamos aqui torcendo por você e esperamos que essa homenagem possa falar a seu coração que voc?ê não deve nunca desanimar de ser feliz, de lutar pelos seus ideiais, pelos seus objetivos... O céu seria aqui na Tyerra se houvessem mais pessoas como você. Essa é uma homenagem FRATERNAL, e não amorsoa, como alguns podem até julgar, mas você sabe que você mora no nosso coração, minha MANAAMIGA.
Abraços de seu eterno MANOAMIGO MILTON RABAYOLI, em nome de toda a nostra familia Rabayoli...
A verdadeira amizade, desprovida de interesses mesquinhos ou secundários, é dom de Deus e eu sou feliz por ter a sua amizade...

O VÔO DA BORBOLETA

Queria voar, ter asas como de uma borboleta, coloridas, alegre, grandes.
Fazer as pessoas perceberem minha beleza e minha leveza no ar.
Voar até quando eu não agüentasse mais até parar no alto de uma montanha.
Poder observar do alto, a mais bela paisagem ao meu redor.
Mas queria voar lentamente, observando tudo que acontecia lá embaixo,
E eu tranqüila, não tão rápido como o vôo do beija-flor.
Sentir uma suave brisa tocar levemente meu rosto, podendo contemplar a natureza.
O ar mais puro nunca sentido pelas pessoas no chão, dali poderia ver melhor o céu azul.
As nuvens branquinhas, com textura como flocos de algodão.

Vôo novamente, sem olhar pra baixo, seguindo em frente, e sem rumo.
Sem um lugar certo pra chegar, apenas voando e refletindo, questionando-me.
Mas quando vejo que não tenho respostas para tantas perguntas, paro de refletir e sigo adiante numa viagem cheia de novas paisagens.
Dia e noite sobrevoando as cidades iluminadas devido ao sol ou á escuridão.
Posso contemplar o nascer e o pôr-do-sol tão romântico pra qualquer casal ou o aparecimento da lua, do brilho das estrelas, e o escurecer do céu.

Ás vezes abaixo um pouco, pra sentir o perfume das flores, pra admirar suas cores, únicas e fascinantes, que me paralisam quase como hipnose, de tão deslumbrantes.
Sentir o cheiro de terra e grama molhadas quando orvalhadas pela manhã,
Ouvir o canto dos pássaros nas copas das árvores, ficar ali parada observando tudo.
Ter a liberdade de ir e vir, subir e descer, voar ou ficar parado no ar ou no chão.
Por isso se eu pudesse um dia renascer como um animal, certamente escolheria a Borboleta, um animal pequeno, leve, livre, de uma beleza sutil e natural.

O QUARTO

O QUAER
Dizem que o melhor lugar de uma casa é a cozinha.
De certa forma até concordo, mas o melhor mesmo é o meu quarto.
Lá que durmo e acordo na minha cama quentinha debaixo do lençol ou edredom no tempo frio.
É lá que tenho quadros de meu cantor favorito, e fico admirando.
Às vezes, até ponho o rádio lá, e ouço suas músicas tocarem.



É lá que penso em minha vida, ás vezes penso até em voz alta.
É no meu quarto que tenho os sonhos mais surreais possíveis e ás vezes pesadelos assustadores.
É onde me refugio quando não quero falar muito, ou não falar com ninguém.
É onde fantasio encontros, viagens, namoros, lugar que planejo meu futuro.
É onde me arrumo para ficar bela e ás vezes sair, ou apenas vestir camisola ou pijama, pra dormir.
É onde choro minhas tristezas, medos e frustrações no travesseiro, abafando o barulho, enquanto todos estão dormindo.
É no meu quarto que guardo recordações das amizades feitas, do carinho que recebo.
É nele que relembro velhos e bons tempos da adolescência e infância, e também os tempos não tão bons assim.



De muita dor, noites sem dormir com mãe ao meu lado triste, chorando e rezando pra Deus fazer as dores passarem, e podermos dormir sossegados.
É onde agradeço a Deus por mais um dia, pelas coisas boas que me aconteceram, pelas pessoas queridas que me rodeiam.
Onde lhe peço proteção e perdão pelo que fiz ou deixei de fazer ou falar.
O meu quarto, esteja onde eu estiver morando, sozinha ou com quem estiver vivendo,
Vai sempre significar parte importante da minha vida, que sejam momentos bons ou ruins, que passei, ou passo ou passarei.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

MEDO


O medo é um sentimento aterrorizante, senão cuidamos.

Toma conta da gente, se não tomamos coragem de enfrentá-lo de frente, e no começo.
E nos deixa totalmente em pânico, assustados com tudo ao nosso redor.
Com medo até de uma sombra, de qualquer movimento brusco.
Fica-se apavorado com mínimo barulho, o coração dispara,começamos a suar.
Há vários tipos de medo: de altura, escuro, lugar fechado, animais venenosos, e os não tão nocivos para a maioria, como gato, cachorro.
Falar em público, estar no meio de multidão, há outros certamente que nem sei quais são.
O que é pior, no qual sinto enorme pavor, é o medo da solidão.
De ninguém me querer de verdade pra viver uma vida a dois, construir família.
De não ser mulher suficiente para o outro, que por causa da deficiência sofra essa rejeição.
Além do medo de ficar sozinha, perder minha família que é tudo que tenho.
Meus amigos, meus irmãos do coração. Nossa, me dá pavor só de imaginar.
Perder essas pessoas tão importantes pra mim, seria o fim, sem ter eles pra confiar, me segurar a mão quando preciso.
O medo muitas vezes pode virar doença, fragiliza, faz sentir pequenos, inúteis, e muitas vezes, vistos como loucos.
Precisa-se de uma terapia e remédios pra ajudar a voltar a ser quem era.
Aprende a enfrentar o mundo com coragem, sem temor de enfrentar o que vier.
E se descobre uma pessoa que nem ela sabia que era, e tudo muda.
Sua visão de mundo, os medos não somem, mas aprende como se controlar, dominar
Seus sentimentos, a auto-estima melhora, tudo fica melhor.
O medo é um dos maiores vilões do ser humano, pode levar as pessoas à loucura, senão tratar.
Um pouco da culpa vem dos adultos desse medo começar, e com o tempo tende a piorar.
São cantos de bicho-papão vai pegar, são estórias de lobo mau e mula - sem - cabeça, bruxas, filmes de terror.
Só sei que desde pequenos, as pessoas precisam cuidar pra não estimular o medo.
Medo que  pode aumentar sem limite e causar tão mal

ONTEM E HOJE


Época boa quando era criança, brincadeiras divertidas também faziam movimentar, nos mantermos saudáveis. A responsabilidade não era tanta, só estudar e brincar.


Brincadeiras na rua de casa com amigos ou com colegas da escola, como: amarelinha, pique-esconde, cabra-cega, pega-pega, elástico, boca de forno, casinha, carrinho, bola de gude, futebol, boneca, ioiô, pular corda, corrida de sacos, ou queimada.
Hoje muitas crianças nem sequer sabem brincar, só querem jogar vídeo game, jogo no computador ou no celular. Ouvir música agora é no celular, MP3, em diante. Enquanto antes era radinho de pilha, depois que chegou a eletricidade, passou a ser vitrola, rádio com fita cassete, depois também com cd, depois evoluiu para o disc man.
Antes se respeitava e admirava mais o professor. Pessoas que ensinam não apenas por obrigação. Deve ser tão difícil ensinar, educar pessoas tão diferentes hoje em dia, pois alguns ignorantes até os agridem,fala mal, outros indiferentes á sua presença, até dormem no meio da aula. Sua recompensa são aqueles que querem aprender, ouvir o que eles têm a dizer, com atenção. Eles fazem isso também pelo carinho e amor à sua profissão. De ser um professor e ensinar, tornar esse mundo melhor, com pessoas com maior conhecimento e educação.
O ensino era outro, não era apenas para passar de ano, na minha época, tinha que decorar a tabuada, tinha ditado pra aprender escrever correto, sabia-se que o sol é a maior estrela, e que os planetas giram em torno dele. Sabia-se também que educação vem primeiramente de casa, que a escola serve para nos ensinar, que os pais é que devem nos educar.
Hoje, alguns na faculdade, mal sabem escrever, ler, fala errado, sem concordância nominal ou verbal, e não veem nada de errado, não sabem mais nada de importante. Só querem bagunçar, farrear, “ficar”, cabulam aula, pensando em aproveitar o tempo, deixar pra estudar depois. Tantas coisas acontecem nesse depois: casam, têm filhos, precisam trabalhar pra sustentar a família, e daí pensam que já está tarde demais pra voltar a estudar. Alguns voltam estudar até mesmo na terceira idade e a vida deles muda, passam a ver o mundo de um modo diferente, alguns começam a ler e veem que nunca é tarde pra aprender novas coisas.
Escolas públicas, em sua maioria, com ensino cada vez mais fraco, sem estrutura física e pedagógica suficientemente boa pra aceitar os alunos e ensinar. Merendas cada vez mais calóricas e sem efeito nutritivo para crianças que nem tem o que comer em casa. Quando estava na escola era diferente, ou já levava a merendeira ou comia-se lá comidas como: arroz, feijão e frango, ou sopa de macarrão e legumes, mingau, canjica,etc.Era tão bom, até me faz sentir saudade.
Escolas particulares têm ensino melhor, com mensalidades muitas vezes absurdas, algumas mais caras que de um curso na faculdade, que também se for particular só preocupam em ganhar dinheiro, o ensino não é assim tão excelente. Já as públicas, mal têm dinheiro para pagar seus professores, acontecem greves, o ensino não tão bom.
Não é de se admirar que a saúde e educação no país, se encontram como estão. Depois que vemos na televisão tanto mensalão, corrupção na política, subornos, violência cada vez maior, em que não podemos mais nem sair a noite sem preocupação em sermos assaltados, até a luz do dia está perigoso, nem em casa estamos protegidos, estamos mais presos que bandidos.
Graças a Deus, a medicina teve grande avanço, a tecnologia tem ajudado na cura ou recuperação dos doentes. Vacinas, aparelhos, e drogas cada vez mais eficazes para os tratamentos. Os bons médicos estão mais preocupados em cuidar das pessoas como um todo, no físico e emocional. Evita-se assim, doenças hoje tão comuns, como a depressão, síndrome do pânico, psico-somáticas, ou seja, doenças psicológicas que também passam a ter consequências físicas.
A comunicação e tecnologia para o dia-dia mais prático evoluiu de uma maneira que não sabemos onde irá acabar. O computador apesar de deixar as pessoas mais tímidas pra conversar pessoalmente, tem seus perigos, mas ficou muito melhor com ele para estudar, se informar sobre acontecimentos mundiais, comunicamos com pessoas de lugares que nunca ouvimos falar, podemos até encontrar alguém especial para namorar. A televisão apesar de ser tão influenciável, tem seus pontos positivos, umas delas são: a informação e companhia, para quem está sozinho, ou não tem computador.
São tantas coisas boas na geração passada e presente, sei que virão outras melhores. Fico preocupada, observando até onde o homem quer chegar, com tanta criação, tecnologia cada vez mais avançada, pois tudo têm consequências boas e ruins. Uma delas é a destruição do meio ambiente. O clima está uma loucura, pois a natureza está pagando o homem á altura do que ele tem feito pra El. Daí ocorrem enchentes, inundação, terremotos como no Haiti, maremotos, El Niño, La Niña,etc. Causando cada vez mais destruição para as cidades,milhares de mortes,umas cenas lamentáveis.
Penso como estará esse mundo quando meus filhos e netos chegarem, se as pessoas não se conscientizarem que depende do gesto de cada um preservar a natureza, sem olhar para o que o outro faz ou deixa de fazer. Os rios, mares e oceanos, cheios de plásticos, produtos tóxicos, matando animais, diminuindo a renda e a comida para pescadores. Falta de vegetação que traz animais e insetos para a cidade, por falta de seu natural habitat, carros, motos, fábricas e ônibus poluindo o ar, ficará impossível purificar o ar, aumentando doenças pulmonares e respiratórias.
Só me resta fazer minha parte preservando o meio ambiente, tentar me atualizar a tantas novidades, e recordar as coisas boas da geração passada. E educar, ensinar meu filho como ser uma boa pessoa, consciente, cidadão de verdade, educado e respeitador, para ele passar para as gerações futuras e cada um podendo fazer esse mundo, um lugar melhor, com limites e muito amor ao próximo e ao planeta em que vivemos.

O SONHO ROMÂNTICO


Eu sonho com o dia em que encontrarei a pessoa certa.

Em que nossos olhos se encontrarão, os sorrisos mesmo tímidos, mas sinceros , aparecerão.
Os olhos dele olham nos meus olhos profundamente, procurando ver minha alma.
Um olhar tão profundo e doce ao mesmo tempo, que meu corpo estremece.
O momento em que ele tocará no lugar mais profundo do meu sentimento.
A voz desaparecerá diante de tamanha emoção, as palavras se misturarão.
Na nossa cabeça nada se forma, frases se embaralharão, e ficamos sem assunto.
Ficando impossível sair de nossos lábios, algo inteligente e interessante pra se dizer.
Comentamos sobre o tempo, olhares se cruzando, e ele pega em minhas mãos.
Acaricia-as com tanto carinho e as beija, como se beijasse as mãos de uma rainha.
Com carinho, respeito, e diz que está feliz comigo ali tão perto dele.
Ele age e fala de um jeito que me encanta. Será como se fizéssemos parte de histórias de
Conto de fadas, em que o príncipe no fim da história, é feliz pra sempre com a princesa.
Os dois sairão de mãos dadas por um lindo e grande jardim, sentaremos em um banco
Eu digo que ele é tão doce e carinhoso, que parece sonho, ele estar comigo ali
Juntos compartilhando de um momento tão romântico, íntimo e inesquecível.
Ele suavemente vai se aproximando mais de mim e sutilmente encosta seus lábios nos
Meus lábios, permanecendo por alguns segundos e se afastando um pouco, segura
Minhas mãos firmemente, mas o bastante pra me sentir segura, amada e desejada.
Ele diz que nunca mais irá me deixar. Ele me abraça e sussurra dizendo que me ama.
Eu querendo ficar ali no seu abraço mais tempo, me aconchego em seus braços
E digo em seus ouvidos de um jeito sussurrado que o amo, até ouço música ao fundo.
Como se fosse uma serenata ao som de violinos, e ele me beija novamente,
De um jeito diferente, agora mais ardente e apaixonado, com juras de amor eterno.
Um sonho romântico nos faz imaginar e acreditar, que esse amor existe e um dia, talvez
Não muito longe, aparecerá e será pra sempre, além quem sabe dessa vida.
Assim acreditaram e acreditam os românticos, que independente da época e da crítica
Eles persistirão,seja poucos ou muitos, romancistas ou nem tanto,eu sou uma delas.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

MISSÕES


Queria poder encontrar um tesouro perdido, baú de moedas de ouro, ou jóias.


Daqueles que se acha o mapa dentro da garrafa, como vi nos filmes.


Não é pra ser milionária, não é essa a minha intenção.


Porque perderia o pouco da sensação de liberdade que sinto.


Sem falar nas amizades interesseiras que apareceriam.


Quero amizade sincera e verdadeira ao meu lado.


Sem falar em um verdadeiro amor, não apenas interesse pelo que tenho.


Quero com o dinheiro, poder viajar, me aventurar, conhecer vários lugares,


Pessoas, culturas diferentes, cidades que sonho como Bahia, Ceará, Veneza, Atenas,


Paris, a cidade Luz, a Torre Eiffel, e seus lugares mais românticos e encantadores.


Mas também quero poder ajudar os outros, dar maior tranquilidade e conforto para


Mãe e avós, uma ajuda para tios e amigos, pois sem eles não sou ninguém.


Quero também poder cumprir uma de minhas missões nesse mundo, além de ser feliz.


Sei que minha missão principal é fazer algo para esse mundo não continuar igual.


E as outras pessoas verem que também podem fazer algo de bom para o outro.


Ajudar do jeito que posso, as pessoas que precisarem de minha ajuda.


A primeira foi tocar teclado, mas infelizmente, meu ombro doeu muito, e não deu mais para tocar.


Ah!Era tão gostoso, ouvir o som, a melodia da música que sai daquelas teclas, o ritmo.


Esquecia-me do mundo, nem via o tempo passar,quando tocava Memory,Ghost, etc.


A segunda é fazer arquitetura, poder deixar as cidades mais bonitas, saudáveis,


Realizar sonhos de construir casas para pessoas mais necessitadas de um lar, um teto.


A terceira pra dizer a verdade, não sei se é escrever poemas, mas fico feliz,


Se for mais uma missão, pois me faz bem, eu puder me expressar.


E puder de alguma forma ajudar alguém com o que escrevo, pois é o que penso e sinto.


Quero poder fazer uma instituição e homenagear meus pais, mas também aumentar o número de adoção.


Pôr as famílias interessadas em adotar como voluntárias para conhecerem melhor as crianças.


Eles dariam carinho, amor, atenção, poderiam cuidar delas.


Assim facilitaria a escolha, e diminuiria nas outras crianças, o sentimento de rejeição.


Dói o coração ver crianças nos orfanatos, abandonadas, bebês ou já grandes, sem


Carinho, afeto, cuidados, atenção, sem uma família e uma casa para chamar de lar.


Sem ter tudo que tenho, graças a Deus nunca tive esse sentimento de rejeição.


Sou filha biológica, mas mesmo senão fosse, sei que seria amada do mesmo jeito.


O que falta nesse mundo é amor, só assim ele seria mais pacífico e feliz pra viver.


E quanto as minhas missões não sei quantas serão, mas venha as que vierem,


Vou fazer o que puder pra cumprir, e sei que Deus me dará força pra isso.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

WITNEY HOUSTON - I WILL ALWAYS LOVE YOU

CÉU X INFERNO


São duas coisas que sempre nos levam ao conflito interior.
É uma dúvida sem fim, que até eu morrer será permanente em mim, e em todos.
Qual devo seguir? E qual o melhor pra mim?
Um lado está Deus e Seus ensinamentos, Tua palavra, e o que meus pais nos ensinou.
Do outro lado está o mundo e suas coisas que muitas vezes nos atraem e nos fazem cair em tentação.
Há coisas boas e más que trazem gostosa sensação, só basta definir pra si mesmo, o que vale a pena, ou não.
Ficamos muitas vezes na dúvida de quem seguir mais, não tem como ficar no meio, em cima do muro.
Mas é assim que ficamos na maioria do tempo, entre a cruz e a espada, não sabemos quem deixar totalmente.
O corpo e as pessoas cobram, e quase impoem suas vontades diante das modernidades deste tempo.
Já o coração e a mente? Ah, esses pedem o contrário, ficam pedindo para esperar, pra seguir o que é melhor pra mim.
Pois certamente serei compensada e não me arrependerei de nada, pois quem segue o caminho certo futuramente será agraciado.
Há coisas que o mundo oferece que nem penso em aceitar, já outras me deixam em grande dúvida, outras faço sem culpa na consciência.
Não sei qual é certo ou errado nessa questão, mesmo porque talvez não haja, depende de cada opinião e do modo de ser de cada um.
Tenho tentado ouvir a voz do meu coração, mas não deixo de ficar "por dentro" das novidades do mundo.
Ás vezes até eu me acho um pouco "careta", outros momentos de boba e santa não tenho nada, mas o bom é saber equilibrar e não exagerar.
Sei o que quero, ficar em paz com minha mente, meu corpo e meu coração ligado à Deus, e assim continuar sendo abençoada.
Mesmo sendo criticada pelo meu jeito de ser, nesses novos tempos pela maioria da sociedade moderna, mas também hipócrita.

PRISÃO


Eu às vezes entendo como deve sentir um prisioneiro.

Não que minha casa seja uma prisão, longe disso.
Mas às vezes é como me sinto, presa, sufocada, angustiada, sem poder sair.
Sem pessoas pra nos visitar, maioria do tempo só eu e minha mãe.
Uma olhando pra outra, sem assunto às vezes pra conversar.
Quando saímos de casa, o que é raro, quando se trata de distração
Ficamos perdidas pra onde ir, saímos pelas lojas, olhando vitrines, pagamos as contas
Damos uma volta pela feira de artesanato na praça, comemos um pastel ou cachorro-quente.
Passa tanta coisa por minha mente, tudo se torna entediante,tv, internet, até mesmo os livros
Que me fazem passar o tempo, muitas horas chegam irritar, porque é a única coisa boa a fazer.
Tenho amigos, mas todos moram longe, tem seus compromissos, os que moram aqui na cidade
Mais perto de mim, uns nunca nem se quer conheci pessoalmente, também alguns têm família pra sustentar.
Eu gosto quando faço esses passeios com com mãe, ver roupas, mesmo senão for comprar, rir
Nos distraimos, nos faz bem, ver gente diferente dos habituais, movimento dos carros, das motos, das pessoas andando.
É como os prisioneiros devem se sentir quando saem das celas e tomam "banho de sol".
É uma comparação um tanto irônica, ou boba, mas tem um toque de realidade, tristeza e compensações.
Minha vida como muitos podem pensar, não é somente de sentimentos e sensações tristes, melancólicos, sofridos.
São sinceros, embora não permanentes por todos os dias. Sou como todos, tenho dias de oscilações, ora feliz, ora nem tanto.
Afinal nada é pra sempre, tudo muda, tudo passa, mais cedo ou mais tarde, como uma grande tempestade, que por mais
Que demore e traga consequências, ela passa e tudo é ajeitado pra voltar ao normal, e tudo fica bem e todos felizes.

FALAR


Falar, a gente aprende que é juntar palavras.
Usar a corda vocal, a voz e os músculos do rosto.
É fazer movimentos com a boca pra sair o som.



No passar do tempo, descobrimos com a vivência,
Que falar, é muito mais que dizer palavras com coerência.
É se expressar através da ciência e dos sentimentos.
É também falar como próprio corpo através de postura, gestos, reações, movimentos...
As experiências vividas, sensações e inteligência.
É demonstrar com o teatro, dança e a poesia,
Coisas boas ou ruins do dia-a-dia.



É deixar o coração e a alma “falarem”, o que está guardado
É deixar a mente desvendar seus mistérios mais ocultos.
Que nem o mais gênio dos homens consegue explicar ou compreender
Falar é a união mais simples e misteriosa do corpo, da mente e do coração se expressar.

DEVER SEM PRAZER


Pior coisa é estar no meio da multidão e sentir sozinha, é ter que ir pra junto da galera pra não se isolar.
É fazer algo que não queremos, e que se tornou não um prazer, mas uma decepção, um aperto no coração ao lembrar-se do dever.
É fazer algo, por ser dever de sua profissão ou de sua função na sociedade.
Dever sem prazer é lembrar-se dos seus deveres e querer ficar quieto, querer sumir, gritar, é querer desaparecer diante daquelas obrigações.
É sonhar com algo que nem sabe o que é, mas que faz feliz, ao contrario de coisas que gostou, mas hoje é apenas obrigação.
Isso é dever sem prazer, algo que faz porque não tem jeito, só pra agradar aos outros e não a si mesmo.
Algo sem a sensação de liberdade de ter que fazer algo e poder deixar pra lá e não fazer.

CORAÇÃO APAIXONADO


Meu coração é eternamente apaixonado.

Quantas vezes por ser assim, se entregou a pessoas erradas?
Disse frases lindas e sinceras no momento, para quem só queria brincar com ele?
Quantas vezes não ficou desiludido e desacreditado, que outro coração pudesse realmente amá-lo?
Quantas vezes por querer ser amado, e dois se tornarem um só,bateu mais forte e chorou mais tarde?
Quantas vezes ficou magoado, ferido, machucado e com medo de se entregar novamente?
Quantas vezes ficou esperançoso de encontrar o grande amor procurado, e se decepcionou?

Quantas vezes ficou feliz por bom tempo, mas ficou triste depois, e por muito tempo chorou?
Quantas vezes pensamos que as cicatrizes deixadas nele jamais se fecharão, e logo ele se apaixona outra vez?
Apesar de tudo ele não desiste, persiste, não descansa até encontrar o que procura.
Um grande amor que deixará marcas, não de sofrimento e de dor, ou amargura, mas de muito amor e felicidade.
Quantas vezes nós já passamos por isso,e sabemos como é difícil e ao mesmo tempo bom,quando ele se sente "amado".
Por um certo tempo, tudo fica colorido, mais divertido e bonito de apreciar, tudo que vive, é amor.
Há quem já viveu isso muitas vezes, há quem ainda não viveu e certamente viverá, e há quem infelizmente não viveu.
E não sabe dizer como é bom quando o coração começa a amar.
Uma coisa é certa, amar é um vício bom, quem já viveu uma vez, não consegue viver sem, pois nos faz muito bem.
Principalmente quando ama e é amado.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

*Para Mamãe*



Para mamãe querida
Minha estrela guia
Trago-te no coração
Amo-te por toda vida

Cuida sempre de mim
Com zelo e carinho
Ofereço-te uma flor
Que escolhi no jardim

És uma estrela luz
Que brilha todo dia
Quando acordo cedinho
Até chegar a noitinha

Ofereço com amor
Este coração que diz:
Amo-te mãezinha
Neste dia sou feliz

Parabéns para mamãe
Neste dia tão querido
Você é minha luz
Que me guia na vida

Oferto meu abraço
Agradeço de coração
Pelo amor recebido
Nunca solte minha mão

HOMENAGEM DE ANIVERSÁRIO


Quero, através deste blog, homenagear alguém que faz aniversário hoje, dia 8 de janeiro, e que pra mim, é muito mais que ESPECIAL!

Alguém que tenho muito orgulho e quero ser igual nas qualidades que são tantas, que fica difícil enumerar.
Ela sabe que pessoalmente não sou boa pra falar como sinto, e como ela é fundamental na minha vida, pois começo emocionar.
Ela é alto astral, com um sorriso sempre acolhedor e sempre muito comunicativa, atrai atenção de todos ao seu redor.
Até inveja, pelo sorriso largo,da fé em Deus, do bom humor, mesmo com tanta luta, dificuldade e pelo que já conquistou.
Cuidou do meu pai com tanto carinho, paciência e amor, durante o tempo de sofrimento que a gente passou.
Deixou de lado a sua vida pra ajudar e cuidar da família. Tornou-se pai e mãe em tempo integral,
Aprendeu coisas que nem imaginava, e dá conta de tudo. Ás vezes fica até sobrecarregada.
Uma ótima companhia e companheira, guerreira, trabalhadora, e ótima profissional, todos querem seu trabalho.
Agitada, animada, preguiça e lentidão a irritam profundamente.
Uma mãe que faz de tudo pra seus filhos serem felizes e serem alguém na vida.
Seu nome é VILMA, sinônimo de garra, fé em Deus, solidariedade, honestidade, dignidade, humildade, bom e grande coração,
Força, amizade, lealdade, sem falar na mãe espetacular que é, fico sem palavras pra descrevê-la.
Base da minha vida, minha inspiração pra eu nunca deixar de lutar pra melhorar. Alguém pra sempre eu me espelhar.
Uma mulher que trabalha duro pra todas suas contas pagar e manter seu nome "limpo".
Alguém que não gosto nem de imaginar em perder, pois não saberei viver sem.
Ela não tem noção da importância dela pra mim, pra meu irmão e muita gente que a conhece.
Fico segundos ou minutos a observar seu sorriso, seus gestos, os traços de seu rosto, que demonstram o que fez pra chegar onde está.
Isso eu quero e vou sempre recordar, pra um dia para meus filhos e sobrinhos contar, a pessoa maravilhosa que ela é e sempre será.
É uma heroína, mãe perfeita, que ás vezes até erra, mas tentando e querendo acertar.
Ela é uma benção divina, presente maior, Deus não podia me dar. A amo com toda força que alguém pode amar.
É como ar que respiro, ás vezes me sinto tão ligada a ela, parece quando estávamos ligadas pelo cordão umbilical.
Sou grata a tudo que até hoje ela pôde me dar: amor, carinho, atenção, dedicação, segurança, proteção,consolo,
Exemplo pra eu seguir e ensinar meus filhos, qual melhor caminho a trilhar.
Só peço à Deus pra te abençoar, te dar tudo que realmente precisar. Quero também neste dia tão especial te parabenizar.
E te dizer como sou feliz por te ter como minha mãe guerreira, minha amiga e companheira.
Beijos da sua filha que muito lhe ama,
Josy Ferreira

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

REFLEXÃO: A CRIAÇÃO DA MULHER E DO AMOR


Diz a lenda que o Senhor, após criar o homem e não tendo nada sólido para construir, fez a Mulher, tomou um punhado de ingredientes delicados e contraditórios, tais como timidez e ousadia, ciúme e ternura, paixão e ódio, paciência e ansiedade, alegria e tristeza e assim fez a Mulher e a entregou ao homem como sua companheira. Após uma semana, o homem voltou e disse:

- Senhor, a criatura que me deste faz a minha vida infeliz. Ela fala sem parar e me atormenta de tal maneira que nem tenho tempo para descansar. Ela insiste em que lhe dê atenção o dia inteiro e assim as minhas horas são desperdiçadas. Ela chora por qualquer motivo e fica facilmente emburrada e, às vezes, fica muito tempo ociosa. Vim devolvê-la porque não posso viver com ela.
Depois de uma semana o homem voltou ao Criador e disse:
- Senhor, minha vida é tão vazia desde que eu trouxe aquela criatura de volta! Eu sempre penso nela, em como ela dançava e cantava, como era graciosa, como me olhava, como conversava comigo e como se achegava à mim. Ela era agradável de se ver e de acariciar. Eu gostava de ouvi-la rir. Por favor, me dê ela de volta.
- Está bem, disse o Criador. E a devolveu.
Mas, três dias depois, o homem voltou e disse:
- Senhor, eu não sei. Eu não consigo explicar mas, depois de toda esta minha experiência com esta criatura, cheguei à conclusão que ela me causa mais problemas do que prazer. Peço-lhe, tomá-la de novo! Não consigo viver com ela!
O Criador respondeu:
- Mas também não sabe viver sem ela.
E virou as costas para o homem e continuou seu trabalho.
O homem desesperado disse:
- Como é que eu vou fazer? Não consigo viver com ela e não consigo viver sem ela.
E arremata o Criador:
- Achei que, com as tentativas, você já tivesse descoberto. Amor é um sentimento a ser aprendido. É tensão e satisfação. É desejo e hostilidade. É alegria e dor. Um não existe sem o outro. A felicidade é apenas uma parte integrante do amor. Isto é o que deve ser aprendido. O sofrimento também pertence ao amor. Este é o grande mistério do amor, a sua própria beleza é o seu próprio fardo. Em todo o esforço que se realiza para o aprendizado do amor é preciso considerar sempre a doação e o sacrifício ao lado da satisfação e da alegria. A pessoa terá sempre que abdicar de alguma coisa para ganhar outra. É como plantar uma árvore frente a uma janela... Ganha-se sombra, mas perde-se uma parte da paisagem. É preciso considerar tudo isso, quando nos dispomos a aprender a amar.
__________________________________________________
Esse texto é de autoria anônima, mas devido a sua beleza incontestável, o editor desse website se atrevou a por ele aqui, pois esse texto deixarpa o blog de nossa amiga Josy ainda mais rico e belo.


H O J E


Como diz o ditado, o ontem já se foi, o amanhã não sabemos

Sabemos apenas do hoje, como estamos, como nos sentimos.
E hoje sinto como se um punhal estivesse rasgando meu peito, me fazendo sentir dor no coração.
Dá enorme vontade de chorar, de conseguir tirar aquele punhal, mas é tão difícil.
Vejo o drama da personagem da novela com a cadeira de rodas, eu e muitas pessoas entendemos como ela se sente.
Tantas pessoas nos olhando, e como ficamos mais baixos, nos fazem sentir inferiores, incapazes, feios, sem nenhum atrativo.
Com vergonha de nós mesmos, nossos corpos, e passamos a comparar com outros "perfeitos" e nós sentimos piores.
Familiares e amigos nos dão força, acreditam que tudo irá melhorar, tentam nos animar, encorajar, animam com cada melhora.
Falam que podemos viver mesmo na cadeira, sermos felizes, sairmos pra onde quiser, mas por dentro, só Deus e nós sabemos como é.
Ás vezes a fé fica pouca e fica quase impossível acreditar, mesmo sabendo que estão certos, e que temos potencial pra mudar, mas nem
A força que nos dão, faz a gente sentir forte suficiente pra superar, é preciso muita paciência para ter qualquer melhora,e ela ás vezes esgota.
Só quem passa quatro anos ou mais, presa em uma cadeira, totalmente dependente do outro pra quase tudo ou tudo, pode entender.
Podem saber que não é tão simples, mas seguimos em frente, lutamos, sorrimos e ás vezes fingimos ser felizes pra gente mesmo acreditar
E para os outros verem que mesmo limitada pode ser feliz, que pode acontecer pra qualquer um, mas nada está acabado.
Só não pode cair, desanimar e muito menos desistir de viver, de lutar, pois mais cedo ou mais tarde vencerá.
Muitas vezes caímos, deprimimos, temos vontade de desistir, de deixar tudo pra lá, mas ao mesmo tempo não podemos ser egoístas
Há muita gente que acredita em nós, se espelha na gente e não podemos decepcionar, pessoas que lutam pra gente melhorar, ficar independente, nos fazem perseverar, na esperança sempre em Deus fazer um milagre e a gente se curar.
E tudo isso passará, e poderá contar a todos que milagre e Deus existem, e Ele dá força para gente chegar lá onde planejamos estar.
A solidão bate forte mesmo com a família rodeando, olho no celular, tantos números, mas nenhum pra ligar e desabafar.
Não queremos incomodar, ou atrapalhar a vida de ninguém, mais que já sentimos atrapalhando, é como se fôssemos um peso pra carregar.
Cada melhora para a maioria pode ser nada, mas para quem está vivendo aquilo ou quem acompanha é muito, a fisioterapia traz melhora,
Mas precisa ter muita paciência, o nome paciente não é em vão, há quase dezesseis anos de muita dor, muito sacrifício, pessoas pra te pegar e Colocar de um lugar pra outro, mas também lá na fisioterapia me distraio, com as conversas, as brincadeiras dos fisioterapeutas e assistentes,
A atenção deles comigo. Percebem e elogiam, incentivam a melhorar, me esforçar mais, e isso faz passar o dia mais rápido.
Ás vezes, as pessoas pegam de mau jeito, ou não sabe empurrar a cadeira e sem querer te batem na parede, ou em algum móvel, ou te levam
Onde não tem muita segurança pra andar, o coração fica na mão com medo de cair, apreensão quando pessoas inexperientes me locomovem,
Mas sei que querem ajudar, e faço o possível pra eles verem que não é tão dificil e vou orientando, os guiando.
Hoje eu já consigo andar,não muito, mas fico contente de me ver andando melhor, mais independente pra fazer as coisas simples como ir ao banheiro, trocar de roupa, ando na cadeira pra distância maior, mas nem se compara quando eu andava o tempo todo.
Já estou quase me formando na faculdade, mesmo com certa dificuldade, faço meus poemas para dizer o que sinto e como vejo o mundo.
Ainda é difícil, ver o olhar de piedade e curiosidade das pessoas, responder certas perguntas que não estou afimde contar ou até mesmo lembrar, ver o Olhar de indiferença dos homens quando passam por mim, como se um cadeirante não fosse humano, com sentimentos, vontades e desejos como Qualquer outra pessoa, considerada por eles,"perfeita".
Agradeço a Deus pelas pessoas que me rodeiam, pelas pessoas que me veem além da minha limitação física, veem a pessoa que sou.
Agradeço por Ele me dar forças para persistir e me sentir feliz no geral, pois tenho saúde, família muito legal, amigos, e principalmente o amor de Deus por mim, só me falta um amor e me sentir livre como um pássaro para viajar, sair e conhecer o mundo lá fora.
Alguns podem me achar egoísta por pensar só em mim com tantos desastres acontecendo, é ás vezes mais forte que eu, pensar e sentir assim.
Hoje estou e me sinto assim, mas com esperança, e pedindo à Deus, que amanhã meu acordar seja alegre, me sentirei diferente e sorridente como sou normalmente.