domingo, 19 de junho de 2011

EU POSSO FAZER MAIS DO QUE ISSO


A mãe, com 26 anos parou ao lado do seu filhinho de 6 anos,que estava morrendo de leucemia.Embora o coração dela estivesse pleno de tristeza e angústia,ela Tb tinha um forte sentimento de determinação.Como qualquer outra mãe,ela gostaria que seu filho crescesse e realizasse seus sonhos.Agora,isso não seria mais possível,por causa da leucemia terminal.Mas,mesmo assim,ela ainda queria que o sonho de seu filho se tornasse realidade.Ela tomou a mão de seu filho e perguntou:
"_Billy, você alguma vez já pensou o que gostaria de ser quando crescer? Você já sonhou o que gostaria de fazer com sua vida?"
"_Mamãe, eu sempre quis ser um bombeiro quando eu crescer." A mãe sorriu e disse: "Vamos ver se podemos transformar esse sonho em realidade. Mais tarde, naquele mesmo dia, ela foi ao corpo de bombeiros local, na cidade de Phoenix, Arizona, onde se encontrou com um bombeiro de enorme coração, chamado Bob. Ela explicou a situação de seu filho, seu último desejo e perguntou se seria possível dar ao seu filhinho de seis anos uma volta no carro dos bombeiros em torno do quarteirão. O bombeiro Bob disse:_ "Veja, NÓS PODEMOS FAZER MAIS DO QUE ISSO!Se você estiver com seu filho pronto às sete horas da manhã, na próxima quarta-feira, nós o faremos um bombeiro honorário por todo dia. Ele poderá vir para o quartel, comer conosco, sair para atender as chamadas de incêndio!"" E se você nos der as medidas dele, nós conseguiremos um uniforme verdadeiro para ele, com chapéu, com emblema de nosso batalhão, um casaco amarelo igual ao que vestimos e botas. Eles são todos confeccionados aqui mesmo na cidade e conseguiremos eles rapidamente." Três dias depois,o bombeiro Bob pegou o garoto,vestiu-o em seu uniforme de bombeiro e escoltou-o do leito do hospital até o caminhão de bombeiros. Billy ficou sentado na parte de trás do caminhão,e foi levado até o quartel central... Ele estava no céu.Ocorreram três chamadas naquele dia na cidade de Phoenix e Billy acompanhou todos os três. Em cada chamada ele foi em veículos diferentes: no caminhão tanque, na van paramédicos e até no carro especial do chefe do corpo de bombeiros. Ele também foi filmado pelo programa de televisão local. Tendo seu sonho realizado, todo o amor e atenção que foram dispensados a ele acabaram por tocar Billy, tão profundamente que ele viveu três meses mais que todos os médicos haviam previsto.
Uma noite, todas as suas funções vitais começaram a cair dramaticamente e a enfermeira-chefe, que acreditava no conceito de que ninguém devia morrer sozinho, começou a chamar ao hospital toda a família. Então, ela se lembrou do dia que Billy tinha passado como um bombeiro, e ligou para o chefe e perguntou se seria possível enviar algum bombeiro para o hospital naquele momento de passagem, para ficar com Billy. O chefe dos bombeiros respondeu: "NÓS PODEMOS FAZER MAIS DO QUE ISSO! Nós estaremos aí em cinco minutos. E faça-me um favor? Quando você ouvir as sirenes e ver as luzes de nossos carros,avise no sistema de som que não se trata de incêndio .É apenas o corpo de bombeiros vindo visitar,mais uma vez,um de seus mais distintos integrantes. E você poderia abrir a janela do quarto dele?Obrigado!
"Cinco minutos depois,uma van e um caminhão com escada Magirus chegaram,estenderam a escada até o andar onde estava o garoto e 16 bombeiros subiram pela escada até o quarto de Billy. Com permissão da mãe, eles abraçaram e seguraram e falaram para ele o quanto eles amavam.Com um sopro final,Billy olhou para o chefe e perguntou: "Chefe,eu sou mesmo bombeiro?"" Billy, você é um dos melhores "_Disse o chefe. Com estas palavras, Billy sorriu e fechou seus olhos pela última vez. (Esta é uma história Verídica)

sábado, 18 de junho de 2011

SEM TÍTULO



Poema que me deixa sem noção de título, ou rótulo.
Por que temos de titular, rotular tudo que vemos ou sentimos?
Tantas vezes me sinto sem rótulo, como agora... Porque nem eu sei me definir o que sou realmente.
Ou o que vim fazer nesta Terra... Qual minha missão, ou destino?
Estou prestes a cair num precipício, num abismo escuro... Em que não sei sua profundidade.
Parece tão fundo e escuro, talvez seja ilusão de ótica.
Sei que não estou só... Que tenho família, amigos que estão comigo pro que der e vier.
Tenho principalmente Deus que me ampara, me guia, apesar de não termos a mínima ideia pra onde seremos guiados...
Como se estivéssemos andando vendados num caminho, guiados por Alguém que nunca vimos fisicamente,mas confiamos...
Entretanto, me sinto sozinha, sem rumo.
Seu silêncio me angustia... Faz-me pensar tantas coisas...
O que vê quando olha nos meus olhos?O que pensa, ou sente quando te toco, ou escrevo-lhe?
Assim é quando tomamos grandes decisões na vida...
É como estar prestes a cair no precipício... Pode ser muito fundo, ou não, depende do quanto isso pode afetar sua vida.
Qual seu rótulo hoje?
Será que também sabe fazer uma exata auto definição?
Será que você também já se sentiu prestes a cair num "precipício", ou "abismo"?
Encontro-me sem palavras pra terminar o que agora não parece ter fim, pelo menos no momento, até o "GRANDE FINAL!"

quinta-feira, 16 de junho de 2011

A PARADA



 
Há momentos na vida

Em que a correria é tanta, o stress toma conta, até adoece

Cansa o corpo... Cansa ainda mais a mente.

E tudo que precisamos é de uma parada na rotina

Ter um tempo só pra gente de vez em quando... E aprendermos coisas novas, interessantes.

Como se fôssemos máquinas que pra funcionarmos melhor, é preciso "recarregarmos" as baterias.

Viajar, conhecer lugares e pessoas diferentes.

Uns têm preferência por um jeito mais zen pra se recarregar,seja meditando,caminhando...

Outros preferem agitação, não importa, tudo depende da personalidade... O importante é "limpar'" a mente.

O lugar que vamos, o que fazemos pra repor energia, nada importa; o que vale é voltarmos à vida normal com mais vontade, mais força pra enfrentar os obstáculos, ânimo pra executar atividades diárias...

Às vezes é necessário parar com a correria para recomeçarmos depois com maior vigor,disposição

Pois nosso brilho,força e ânimo se apaga,diminui com o tempo e só um parada e relaxamento pra acontecer a limpeza mental,descanso do corpo e alívio da alma.

Alma que se esgota com o stress, as preocupações e angústia do dia a dia.

Pare quando precisar, respire profundamente, relaxe e depois siga em frente,a nossa qualidade de vida depende disso.


 

sábado, 4 de junho de 2011

DISTÂNCIA

A distância não atrapalha dois corações que se amam!
Será?!
Há fortes dúvidas e experiência pessoal sobre isso... Quem só se interessa mais por quem mora longe!
A distância atrapalha sim, não só no amor!
Dificulta bastante, ou às vezes, chega impedir de termos uma relação mais sólida, mais presente com a pessoa amada, ou amigos.
É tão triste ter alguém e quando deseja dar ou receber carinho, conversar, e esse estar tão longe de ti!
É muito romântico dizer que pro amor não há distância, fronteira... Ou que não atrapalha dois corações que se amam! ...O AMOR É LINDO!
Dá vontade até de namorar, amar alguém lá do outro lado do mundo, ou em outro estado, ou até no mesmo estado, mas numa cidade longe de você!
Pra quem tem muito dinheiro a distância não impede, nem dificulta muito a relação, só pegar um avião,rapidinho está lá com  o (a ) amado(a).
Mas nem mesmo eles podem pegar vôo todo dia, ou todo fim de semana pra matar a saudade.
Na teoria tudo é tão lindo e fácil!
Na prática, raramente tudo é tão fácil assim como imaginam, seja pra quem tem dinheiro, ou não... Até para o mais romântico, sempre há um “pé” na realidade.
Todos têm sua rotina, pais, amigos, trabalho, e dificilmente uma pessoa larga tudo pra viver na cidade do outro, pra estar mais perto e recomeçar tudo outra vez.
Com o mundo virtual fazendo parte do cotidiano da maioria, difícil não se envolver com alguém que mora longe... Ou não ter amizades virtuais que gostaria de relacionar pessoalmente.
Talvez nem fosse tão legal, como é virtualmente, mas o risco é o mesmo de amizades reais, que com o tempo e a distância, a relação fica diferente, ou até acaba do nada.
Amizades de anos que com o afastamento físico, acabam esfriando, com a vida corrida do dia a dia.
O carinho permanece,mas os assuntos diminuem,diluem com o passar do tempo, é como se infelizmente não tivesse mais a ver um com o outro, as afinidades tivessem desaparecido...
Mesmo que não queiramos, isso frequentemente acontece...
São raras amizades que duram com distância e com longo tempo longe um do outro, sem se virem, ou  se falarem como antes.
Muitas vezes resta a solidão a dois, a carência, a solidão com a falta de amigos reais pra sair, conversar.
Distância só é bom quando precisamos de um tempo pra nós mesmos, de algumas horas, ou poucos dias afastado pra sentirem sua falta... sua importância para os outros.
Se pudesse definir distância diria apenas: SOLIDÃO!