sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

IMPREVISÍVEL



Tudo hoje acontece de um jeito efêmero.
O importante na atualidade é o momentâneo... Amanhã só a Deus pertence.
Será que essa vida corrida, informações novas a cada segundo pelas tecnologias não torna nossa passagem aqui na Terra ainda mais imprevisível?
Quando as coisas acontecem de um jeito inesperado nos perguntamos: Como, quando e por que não me lembro?
Pessoas aparecem do nada em nosso caminho e mais a frente nem lembramos como nos conhecemos. Parece que foi há um século.
Coisas, acidentes acontecem de um modo tão imprevisível e veloz que nem lembramos de nada depois.
Mais rápido que um flash ou um piscar de olhos.
Tudo é tão louco e impressionante.
Um sopro e nada é como antes.
Mudança repentina... Ás vezes maravilhosa, ás vezes nem tanto naquele momento.
Daí sorrimos e brindamos;  brigamos, lamentamos...
No futuro tudo parece esclarecer e entendemos o porquê dos acontecimentos em nossas vidas lá atrás.
Será que queremos mesmo o previsível?
Não entediaríamos mais facilmente do que já estamos ultimamente?
Será que o imprevisível é tão ruim?
Será que alguém ser imprevisível não é o que a torna única, especial?
Sinto-me tão previsível às vezes... Sou entediante?
Quem não é de vez em quando?
Previsibilidade é a rotina que nos faz ter o pé no chão, é a base pra trabalhar, estudar, enfim, sobreviver no mundo em que estamos.
Imprevisível é o que impulsiona nossas vidas a ter um pouco de emoção, amor, alegria e aventuras... O que prefere?