quinta-feira, 26 de agosto de 2010

VIVER


Como diz a música: "Viver, e não ter a vergonha de ser feliz, cantar e cantar... a beleza de ser um eterno aprendiz..."E eu me pergunto, será que realmente sabemos viver?Será que como vivemos é o melhor jeito de sermos felizes?Como é viver bem?Penso ás vezes que apenas sobrevivemos do jeito que dá,lutamos,sofremos, sorrimos.
Mas será que realmente sabemos viver, e aproveitar cada minuto?
Será que agir por impulso, sem pensar nas consequências, que geralmente são um preço alto a pagar, é saber viver?
Raramente nos lembramos de olhar o céu azul encantador, o brilho do sol a nos iluminar logo cedo, suas nuvens brancas e fofas como algodão, neste lindo céu enfeitar,
As flores desabrochando e exalando seus perfumes, crianças nascendo a cada minuto, e trazendo alegria, transformações na vida de muitas famílias, os pássaros cantando...
E esquecemo-nos de agradecer ao Criador por tudo isso.
Por quê?
Talvez pela rotina, e por acharmos que apenas faz parte da natureza, que não tem sentido, com tanta coisa pra pensar e se preocupar, parar pra contemplar tais belezas.
Não temos tempo pra lembrarmo-nos das coisas lindas que Deus nos presenteou, e nos presentea todos os dias.
Será que deixar de fazer as coisas que realmente queremos e gostamos por medo, ou vergonha do que os outros vão achar da gente, é viver?
Será que apenas reclamar dos problemas que temos, e ficarmos cheios de decepções, medos, mágoas, rancores, desilusões no coração, parados sem ações boas...
É realmente saber viver? Sem reagir e acreditar que tudo pode mudar.
Afinal, nossa vida muda a cada dia, pessoas aparecem e somem de nossa vida, como mágica.
Guinadas surpreendentes acontecem, sejam boas ou ruins, e mesmo sem estarmos preparados, não dá pra ficar parado.
Pois, por mais difíceis que sejam esses acontecimentos, tudo passa.
E ficar apenas parado, se queixar não vai resolver, e sim, atrair mais coisas e sentimentos negativos pra si, e para os outros que te rodeiam.
Tudo está escrito.
Faz parte do nosso destino enfrentá-los,e superá-los como desafio, pra aprendermos sempre algo,como eternos aprendizes.
Mas como vamos reagir a cada momento, é escolha nossa.
Ás vezes dá muito medo de não está vivendo bem, viver como deveria, e passar minha velhice sozinha e amarga.
Mas como eu deveria viver, pra ser feliz?
Será que ficando com um e outro, bebendo muito, me drogando, sem me lembrar de nada no outro dia... Será que isso é mesmo viver bem?
Por me lembrar das coisas que queria fazer e não fiz, por medos, por receio do que iriam pensar ou falar.
Uma música inspiradora, e certa na sua letra é Epitáfio... "É preciso saber viver..."
Se for pra eu viver como uns jovens por aí, prefiro morrer isolada, mas feliz.
Feliz eu sou,só me basta saber como fazer pra viver melhor...

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

DECEPÇÃO


Dizem que decepção não mata, ensina a viver.
Em certas partes, digo que pode ser verdade.
Mas na outra parte, digo que decepção mata um pouquinho de nossa alma.
Parte nosso coração em pedaços, por causa de causa decepção que temos na vida.
Só que esses pedaços são como um copo de cristal, mesmo achando ser a pedra preciosa mais forte,quando se quebra,vê o quanto é frágil.
Mesmo colado, nunca ficará perfeito e bonito como antes.
Assim são as relações, copos de cristais.
Achamos serem relações fortes, inquebráveis, perfeitas.
Mas quando dão uma pequena rachada, ou se quebram de vez, percebemos que nunca mais voltarão ser como antes.
Mesmo que tentemos, peçamos desculpa, ou perdão, nós tentamos não perder de vez, mas nem sempre é possível.
Como se quebrassem em pedaços minúsculos, tornando impossível sua recuperação.
É triste e dolorido, tanto pra quem decepcionou, quanto pra quem está decepcionado.
Saber que decepcionamos quem amamos, seja família, amor, ou grandes amizades, mesmo sem intenção, isso machuca o coração,dói na alma.
Decepção ensinar-nos a viver?
Claro, nos tornamos menos dependentes, mais fortes pra superar as dificuldades, decepções, desilusões... Mas menos sensíveis, com o coração mais duro, com coração e alma cheios de marcas.
Podemos até fingir que estamos bem e felizes, mas por dentro, só nós sabemos como nos sentimos.
Só nos cabe pedir á Deus, muita força pra superar barreiras e perdas, aguentar firme as coisas difíceis que aparecem, fé para não perdermos a esperança e confiança Nele, nem nos outros.
E principalmente amor, paz, e sensibilidade pra vivermos bem, e não deixarmos que as outras relações se estraçalhem, como copo de cristal quebrado.,

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

CIÚME


É tão bom ter alguém que gosta, e saber que ele também gosta de você.Sonhar até mesmo acordado com os dois juntos, sentir teu cheiro, ouvir tua voz.Viverem á mil maravilhas.Até que por um comentário, ou algo tão bobo, o ciúme aparece.Ás vezes ele é bom pra sentirmos que gostam da gente, se preocupam conosco, não querem nos perder, sentir deixado de lado.
Não acontece apenas com a pessoa amada, mas também com parentes, amigos, animais de estimação, e objetos pessoais.
É algo que pode ser bom, mas principalmente perigoso, destruidor, irracional, algo que nos "cega" de repente.
Se não paramos um pouco e respiramos fundo, pensarmos antes de agir, pode ser muito perigoso.
Geralmente fazemos ou falamos algo apenas pelo impulso do momento, esquecendo que podemos magoar, ou ferir alguém fisicamente.
Isso torna tudo muito desgastante pra relação, é o início de um fim triste e solitário.
Pois o outro nunca aguenta por muito tempo.
As brigas muitas vezes rotineiras, e sem motivo sério, ou importante pra tanta cena.
Ciúme é mais que irritação repentina, raiva cega.
É a falta do autocontrole, insegurança em relação ao outro, sentimento de posse.
Não sente digno,merecedor de uma relação tão bonita, de tanto amor, carinho... Que o outro lhe oferece, seja relação de casal, pais-filhos, irmãos, amigos...
E o outro nem sempre tem culpa, ou dá indícios para o ciumento ter tal sentimento.
Ele apenas é livre pra amar quem quiser, e fazer o que gosta, sem ter que te pedir permissão.
A única coisa que te deve é respeito e consideração.
Pois às vezes a causa do ciúme é até algo "morto", ou melhor, roupa, objetos pessoais, carro...
Na relação entre um casal, desde o começo já começa o sentimento de propriedade.
Você é meu, ou minha, mesmo ninguém sendo objeto ou propriedade do outro.
O que causa assim futuramente, como vimos na TV, tantos crimes passionais.
Sempre por causa do ciúme destruidor, possessivo, da necessidade do controle sobre o outro, manutenção do ego.
Quem nunca ouviu a famosa frase, senão é meu, ou minha, não será de mais ninguém?
O ciumento sempre tem pouco amor-próprio, quer ser o mais queridinho, receber atenção absoluta, quer sentir o mais amado do mundo,
E sempre diz que ninguém nunca te amou, ou amará como ele (a) te ama.
Dificilmente aceita dividir o amor que sentem por ele com mais alguém, querem sentir "última bolacha do pacote".
Não aceitam dividir o amor, ou atenção do outro, nem mesmo com família, trabalho, hobies.
O ciúme exagerado sempre entristece o outro,magoa,desgasta qualquer relação, sufoca, até o ciumento fazer tudo que era tão bom e lindo, infelizmente acabar.
Geralmente ciúmes doentis que enquanto não se trata, o ciumento vai acabando pouco a pouco com o amor que o outro sente por ele.
Mas quando vê e se arrepende,trata, é tarde demais pra voltar atrás...só lhe resta seguir em frente
Nada melhor pra não fazer besteira e depois se arrepender, do que se afastar, procurar se acalmar.
Ou seja, se afastando pra pensar, e por a cabeça no lugar, ou dormindo, pra esquecer.
Sei como ninguém, o que acontece quando o ciúme bate.
Se eu sou ciumenta?Ah, já diminuiu bastante, mas sou sim, infelizmente.
Nossa! Como é difícil controlar.
A vontade é de tomar satisfações, brigar, mas respiro fundo, me autocontrolo, tento esquecer, apesar de ficar um pouco irritada, chateada.
Quando mais calma, o melhor é desabafar e esclarecer, mas com jeito pra não magoar, ou ofender, ou até mesmo perder quem tanto estimo.
Isso é ciúme, um sentimento de posse, insegurança, sem realmente o outro ser tua posse, ou dar motivo pra tais sentimentos.
É preciso sempre lembrar que se o outro está com você, é por também te estimar, te admirar, gostar de sua companhia...
E que ninguém aguenta ficar com um ciumento doentio por muito tempo,
Pois a relação desgasta, e o amor?Evapora como o ar.