sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

SAUDADE DO QUE NÃO TENHO



Queria sentir teu cheiro enquanto te abraço.
Queria sentir seus braços nas minhas costas e no meu cabelo me envolvendo, me fazendo sentir segura e amparada.
Queria ouvir seu riso por estar comigo.
Sua gargalhada quando digo algo engraçado sem perceber.
Sua voz grave, mas cheia de ternura.
Queria te olhar do nada e perceber que me observa com encantamento.
E no almoço em família nossos olhos e sorrisos se encontram e sinto que gosta de estar ali.
Pensamentos de uma romântica.
Será que tudo isso um dia vai acontecer?
Temo que não.
O tempo passa ligeiro e os 32 se aproximam.
Qualquer coisa, o asilo me espera.



A TIMIDEZ



Sinto-me tão tola.
Tenho raiva de mim por ser como sou.
As palavras grudam na garganta e não saem por nada.
Ensaio mil vezes o que dizer, mas é em vão.
A voz se esconde na escuridão da timidez.
Os olhos enchem-se de lágrimas ao tentar falar algo importante .
Sai com tanta insegurança, medo, vergonha, a face parece pegar fogo.
A vontade é de desistir e dar meia volta.
Nem curso resolveu.
Na verdade, tem horas que parece piorar.
Só o tímido sabe como é.
É frustrante.
Até atender telefone é custoso.
A mente fala mil coisas ao mesmo tempo, e tudo tão certinho, mas nada daquilo sai como deveria.
Que ódio!
Que desejo de ser expansiva.
De ser abusada, ser direta como sou ao escrever.
A vida real é às vezes tão distante da virtual e das nossas fantasias.
Queria poder viver no meu mundo perfeito, mas a vida real bate a minha porta berrando: “Acorda sua sonhadora”.
Todos temos uns momentos de timidez, mas por que uns têm mais frequente do que outros?

É injusto, mas fazer o que?

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

DOR



A dor que percorre meu corpo.
Ombro parece ter uma faca que enfia aos pouquinhos, ás vezes dá umas pontadas mais fortes.
Dá vontade de chorar, dá vontade de desistir, dá vontade até de xingar Deus.
Eu aguento firme, fantasio meus romances como só eu sei fazer..
Se a dor alivia?
Um pouco.
Remédio demora fazer efeito.
Madrugada e nada de dormir.
Operar? Médico diz nem pensar...
Aguente o máximo que puder.
Não é ele que sente... Tão fácil assim, não é?
Vamos levando.
Um dia de cada vez.
Amanha sem dor, é só o que espero.


A SONHADORA



Queria escrever sem parar, mas para quê? Para você?
Escrever sobre a vida, escrever sobre pessoas, escrever sobre mim, sobre nós, mas você sequer lembra-se de mim.
Por que perder meu tempo?
Por que dizer o que já sabe, se não acredita?
Para quê dizer que queria teu abraço e ouvir tua voz novamente, sentir teu carinho e me dizer apenas um estou aqui sempre.
Sonhos!
Parece que é só disso que vivo ultimamente, mas de que adianta?
Eles não passam de sonhos, fantasias.
Essa sou eu, a sonhadora, seja qualidade ou defeito.
Se um dia me quiser de verdade, seremos isso, nossos defeitos e qualidades: amar ou respeitar como somos.
Se não quiser, fique onde está.
É melhor assim.


quarta-feira, 7 de setembro de 2016

COISAS DO CORAÇÃO


A chuva cai lá fora.
Tudo parece cinzento, melancólico.
A ansiedade me faz ranger os dentes, apertá-los toda hora.
As férias descansam o corpo da jornada diária de oito horas e também uma porcentagem da mente, mas não toda.
Queria que houvesse um “botão” em nós para fazer a mente esvaziar de vez em quando.
A tensão parece não querer sair de mim.
Por que estou assim?
Seria mais fácil se a vida fosse um faz-de-conta, só não sei se teria graça.
A solidão está se tornando minha companheira, além da minha mãe.
Um carinho no rosto, no cabelo, um abraço apertado, ficar junto só curtindo música faz falta.
Conversar, beijar, rir... Como é bom!
Mas ultimamente nos sentimos tão perfeitos que estamos impacientes com as imperfeiçoes do outro, então nada vai adiante.
O egoísmo, os mimos, ciúme, insegurança, medo, distância... tudo faz o bem-querer, o amor irem para último plano.
Será que por isso as relações estão tão fugazes?
Elas estão mais rápidas para terminar do que para começarem, se conhecerem melhor.
As pessoas querem sempre estar certas sobre tudo, levar vantagem e fazem tudo o que puderem para não perderem o poder e ganharem sempre mais e mais.
O amor, a paciência de ouvir o outro sem pressa, sem julgar ou dar conselhos fúteis é tão raro hoje em dia.
Isso tudo entristece a alma, além das dores físicas e do medo maior de ficar só nesse mundo de pessoas tão loucas e às vezes cruéis.
Eu só desejo duas coisas: ser grata a Deus e a quem merece minha gratidão; e me tornar um ser humano melhor fazendo com que quando eu partir dessa dimensão as pessoas sintam algo bom ao lembrarem-se de mim.
Só deixamos aqui o que realmente vale a pena, as lembranças para quem conhecemos.


quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

A DOR DA SAUDADE


A vida é um relógio, no qual tentamos alcançar seu ritmo, ora rápido, ora vagaroso. Nela há pessoas que estimamos tanto, que é impossível não sentir a dor da saudade quando partem sem aviso prévio.                                             
A dor da saudade que não nos deixa acreditar que tudo isso está acontecendo. Tantos anos conhecendo, amando e do nada essa pessoa se vai.
Cumpriu sua missão aqui na Terra; está junto do Pai... Tantas frases para consolar, confortar a alma de quem perde alguém querido. Frases de quem também sente a dor conosco.                          
E como cumprir a minha missão aqui na Terra sem essa pessoa para eu ver, conversar, abraçar? Simplesmente saber que ela estava ali, já era tão bom.                                            
Agora não está mais e isso dói, entristece. As lágrimas que há muito tempo não caíam agora brotam do nada, só de lembrar-me dela.    
Já passei por isso uma vez e sei que passa a dor, mas que demora um pouco... Embora a saudade seja eterna.                                          
O senhor está nas fotos, nas minhas lembranças, assim como pai, está no meu coração.