sexta-feira, 23 de abril de 2010

DILEMAS

Vivo com dilemas permanentes
O que sou?Do que sou capaz?
Será que quando um dia eu for, sentirão minha falta?
De minha família e amigos, com certeza sentirei muita falta e muita saudade.
Penso que um pouco sentirão, mas quero que sigam em frente, sempre confiantes, sorridentes, com fé e felizes, principalmente.
Pois assim, sempre vou querer vê-los, onde eu estiver.
Assim como maioria dos deficientes, tenho tantas dúvidas, vivo a pensar.
Será que sou realmente completa, capaz de fazer alguém feliz?
Será até onde sou capaz de profissionalmente chegar?
Será que poderei ter filhos, sem regredir minha evolução no tratamento?
Não me importo de ter um por adoção, mas será que serei uma boa mãe, como a minha é? Será que realizarei esse lindo sonho?
Eu algumas vezes já pensei em desistir de lutar, parar de mostrar a todos e a mim mesma do que sou capaz de realizar.
Mas precisei ser forte, não por mim mesma, mas precisei pensar, recuar e deixar de ser egoísta.
Pensei em quem me ama, torce e me incentiva a caminhar sempre em frente.
E também por quem nem me conhece, mas passa pelos mesmos dilemas a ser forte e aguentar, longe de eu querer ser mau exemplo pra alguém.
Não quero ser exemplo de força nem de nada superior, há pessoas aí fora, muito fortes e mais vencedoras.
Por as pessoas que amo, pelos guerreiros na vida real, e por mim mesma, eu quero viver, vencer cada batalha, realizar meus sonhos.
Dilemas que sempre teremos, por mais que digam que tudo isso é absurdo,
Enquanto não vemos o contrario, não nos convenceremos.
Precisamos a cada segundo nos superar, sermos vitoriosos e as pessoas queridas não decepcionar.
Isso que espero um dia, apagar, esquecer cada um desses dilemas a partir do momento que cada um deles eu realizar
E poder mostrar e agradecer a quem em mim torceu e acreditou, que valeu a pena torcer e acreditar em mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para mim..