segunda-feira, 12 de julho de 2010

PAI

Difícil definir quando a emoção começa falar.
Pai é mais que um reprodutor de sua espécie.
Pai é mais que um homem que faz amor com sua mulher pra aumentar família, ou realizar sonho.
Pai é mais do que trabalhar pra nos alimentar, dar estudo e roupas.
Pai é aquele que mesmo não tendo amor e ligação tão intensa quanto de uma mãe.
Por pai temos um sentimento bonito, e ligação forte.
A ponto de reagirmos ainda na barriga da mãe quando ouvimos sua voz, ou sentimos seu toque.
Pai é um amigo mais velho que nos impõe maior autoridade, respeito, e às vezes, até medo.
Ele sempre nos vê como bebês, uma criança, mesmo adultos e criados, com família.
Castiga-nos quando preciso, nos ensina lições pra nossa vida, com atitudes mais importantes que tarefa escolar.
Um homem que brinca com a gente, nos faz sorrir, felizes, segura nossa mão, e nos leva pra passear,nos protege,dá segurança, colo pra nos confortar.
É aquele que nos faz companhia, mesmo cochilando, até tarde da noite no sofá da sala, enquanto vemos filme na TV.
É aquele que do seu jeito nos dá amor, carinho, e atenção, mesmo sem ter recebido.
Pai é aquele que deixa a cama dele quentinha, e vai dormir na nossa estreita e fria, quando estamos doentes.
Pai é aquele que mesmo distante, que sequer conheceu o filho, este quer ver, conhecer, mesmo podendo se decepcionar.
Pois saber quem são nossos pais, pra nossa própria identidade, é fundamental.
Pai é aquele que faz o possível pra nos ajudar, nos ver bem, e felizes.
Pai é quem larga tudo pra fazer o que é melhor para os filhos, e tratá-los se um tiver doente.
Pai é aquele que em situações importantes estão sempre presentes, mesmo que não fisicamente.
Pai é como na música de Fabio Jr... “Prá pedir prá você ir lá em casa, e brincar de vovô com meu filho, no tapete da sala de estar”... “Pai, você foi meu herói, meu bandido”...
Pai, mesmo ausente fisicamente, eu sei e sinto que está sempre comigo, e se orgulha de mim, onde quer que esteja.
Pai é quem nos faz pensar antes de agir, pra ele sempre orgulhar das nossas boas ações e crescimento como pessoa.
Pai,como disse,é difícil definir, pois é muito mais que citei.
É como a palavra mãe, de significado subjetivo, só quem tem, ou teve e conhece pode saber.
E quem não conheceu, mas teve referência no tio, avô, pai do amigo, ou pai adotivo pode falar o que pensa que um pai é.
As lembranças dos momentos juntos em família, do seu sorriso, seu jeito, as coisas que ele sempre fazia, até as roupas que mais usava,
Tudo será eterno, e pra sempre gravado no meu coração.
Amo e me orgulho do meu pai, passe o tempo que passar e onde ele estiver.
Parabenizo os pais de verdade, seja biológico, adotivo, avô, ou tio.
Estejam vivos ou não, mas vivos com certeza na nossa memória e coração.
Pois pai é aquele que nos sustenta, mas nos dá também atenção, carinho e amor, principalmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para mim..

VIVIAN E O PODER DE LUTAR

Era um dia bem chuvoso e frio e Vivian se perdia em seus pensamentos sobre quem realmente era e para que razão estava nesse mundo, enquanto...