sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

SAUDADE DO QUE NÃO TENHO



Queria sentir teu cheiro enquanto te abraço.
Queria sentir seus braços nas minhas costas e no meu cabelo me envolvendo, me fazendo sentir segura e amparada.
Queria ouvir seu riso por estar comigo.
Sua gargalhada quando digo algo engraçado sem perceber.
Sua voz grave, mas cheia de ternura.
Queria te olhar do nada e perceber que me observa com encantamento.
E no almoço em família nossos olhos e sorrisos se encontram e sinto que gosta de estar ali.
Pensamentos de uma romântica.
Será que tudo isso um dia vai acontecer?
Temo que não.
O tempo passa ligeiro e os 32 se aproximam.
Qualquer coisa, o asilo me espera.



2 comentários:

Seu comentario é importante para mim..