quinta-feira, 21 de março de 2013

SEM NINGUEM PARA ESCUTAR





















Quero tanto falar
Que pena, não tem quem me ouça.
Quem me compreenda sem julgamento.
Por que é tão difícil?
Quero gritar, sumir e até mesmo chorar.
 Mas seguro firme na minha fragilidade.
Estamos sozinhas... Eu e minha mãe.
Às vezes nos vejo tão amarguradas e melancólicas.
Lembramo-nos sempre do passado... Passamos por tantas coisas que só as duas sabem.
Sinto falta do amigo de alma... Compreende-me como ninguém, mas segue seu rumo.
Há coisas que não se diz nem para as pessoas amadas, então me calo.
Ando tão preocupada, angustiada, desanimada... Já parece fazer parte de mim.
Será que meu espírito um dia se acalmará e será realmente feliz?
Livros acalmam-me e inspiram-me a sonhar e viajar noutro “mundo”.
É tão bom, que quando começo não quero parar.
Por que nossas realidades não são como nos livros?
Seria tudo tão mais bonito e fácil.
Droga! Eles são só imaginação.
Ouvir Vavá eleva-me e anima... Pouco importa a incompreensão alheia.
Por que parece que Deus às vezes não nos ouve, nem faz nada?
São tantos pedidos e nenhuma resposta audível.
Uma revolta interior mexe aqui dentro, mas não posso expô-las.
Não parece justo com Ele e com os próximos a mim...
Apesar de Ele conhecer-me melhor que eu mesma.
Ele tem feito tanto por nós, mas sempre esperamos por mais e mais...
Nunca estaremos satisfeitos e gratos o bastante.
Quero tantas coisas antes de viver para um amor e formar família.
Quero viver para mim e aprender ser feliz sozinha, para depois querer ser feliz com alguém de verdade.
Sem medos e desilusões... Apenas conviver com as imperfeições da vida e dos relacionamentos... Vivendo, porém, o amor, o mais perfeito.
Mas ninguém tem tempo para me escutar falar sobre isso.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para mim..

VIVIAN E O PODER DE LUTAR

Era um dia bem chuvoso e frio e Vivian se perdia em seus pensamentos sobre quem realmente era e para que razão estava nesse mundo, enquanto...