terça-feira, 22 de novembro de 2011

CHORO

Lágrimas pela face no quarto escuro sobre o travesseiro já úmido... Da tentativa de limpar a alma...em vão.
Olhos molhados pela profunda tristeza do espírito.
Desejo de esmilinguir-me em lágrimas pesadas.
Choro de tristeza, desgosto, raiva de mim mesma.
Estou impotente, sinto-me culpada de fazer sofrer quem não merece.
Choro por tantas razões...Vontade de desaparecer.
Sinto-me tão nada, sem esperança,sem ânimo... Ânimo? Para quê?
Apenas meu corpo atrai... O interior pouco importa para muitos.
Choro por você; pelo fim de nós dois. Cada um para seu lado.
Choro pelo medo da solidão,pelo medo de magoar quem amo.
Choro pelo meu coração já envelhecido e partido.
"Choro por tudo"...Apenas uma pessoa prende-me aqui.
E a vida cristã, no desejo presente de ir pr'o céu... Se é que realmente existe... Será que Deus existe?
Rezo todos os dias, no anseio de acreditar, de não perder a fé.
Sinto-me às vezes tola, de ser como sou... Quero atitudes, não só palavras.
Será que você não me merece, ou eu que não mereço-te?
Não sei, mas agora o que adianta?Não posso vê-lo,nem tê-lo.
Hoje sinto como se a vida não me pertencesse... Só a uso por teimosia, sem enxergar o amanhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para mim..