sexta-feira, 25 de junho de 2010

INSTINTO DE MULHER

Mulher é mais que mãe e seus instintos maternais,
É mais do que esposa carinhosa e dedicada, dona do lar.
Mulher é mais que sexo frágil e delicado.
Ou guerreira, aventureira, destemida.
Ou a mais forte quando se precisa.
Mulher também tem instinto de fêmea.
Instinto que a faz provocar com armas de sedução, um homem que lhe atraia, a ponto de fazê-lo querer sentir-se em suas mãos.
Instinto que quando quer, faz muitos homens desejá-la e arrastarem a seus pés.
Instinto que fantasia dominar, e sentir dominada, chicotear, “apanhar”, vendar e amarrar a pessoa desejada,ou ao contrário.
Fazendo-a apenas sentir sensações pelas mãos e corpo da pessoa tentadora.
Mulher não é apenas Amélia, é também sensualidade, desejos carnais á flor da pele.
Mulher quando usa seu instinto na forma mais intensa é capaz de tornar selvagem, voraz, faz mil loucuras, quer devorar, e ser devorada.
Mulher não quer homem na cama apenas muito carinhoso, respeitador, com frescuras, e encantador além da conta.
Mulher quer homem que a pegue com firmeza, desejo, domínio de macho, pode até xingá-la, isso ás vezes até aumenta sensação.
Mas que a faça sentir todo prazer que as pessoas naquele momento possam imaginar.
Instinto de mulher,assim como de homem, não tem pudor, a consciência que se impõe, pra ela não ser mal vista e falada pelos puritanos e “santos” da sociedade.
Às vezes o instinto é tão forte, que nem mesmo o amor importa, apenas o prazer, e a fantasia dos dois estão valendo.
Mulher gosta de homem disposto, criativo, que não torna aquele momento apenas uma obrigação, ou arroz com feijão.
Mas sim com entrega e prevenidos, sem medos ou conceitos morais, fazendo apenas o que os dois quiserem até não aguentarem mais, de tanta excitação.
Mulher não é muito diferente de homem, ambos podem desejar e possuir com semelhante intensidade,
A maior diferença entre os dois é o preconceito, que ultimamente não impera tanto quanto antes.
Deixando muitas mulheres da meia e terceira idade, reprimidas e insatisfeitas com os parceiros.
Que na maioria das vezes, pensam mais no prazer deles, do que também no prazer da parceira.
Instinto que faz imaginar, fazer, suar e o melhor, se lambuzar de prazer, sem culpa, por apenas ser parte de nossa natureza de mulher, que um dia terá função de reproduzir.
Porém, sem deixar nunca sua essência de fêmea, e mulher sensual de lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para mim..

VIVIAN E O PODER DE LUTAR

Era um dia bem chuvoso e frio e Vivian se perdia em seus pensamentos sobre quem realmente era e para que razão estava nesse mundo, enquanto...