sábado, 11 de janeiro de 2014

TEMPO DÁ SAUDADE

















 Quanto tempo eu ainda sonharei em te ver?
Os beijos que deixei de dar em ti.
A tristeza que sempre isso me dá no fim da tarde... Sinto sua falta.
As noites que já rolei na cama sozinha só sonhando, imaginando momentos felizes juntos.
Os medos que senti sem você aqui para confortar-me, abraçar-me.
Quanta insônia eu tive nas madrugadas pensando em nós.
De nada adianta negar... Você me ama e eu amo-te.
Como é o destino... Não podemos nos assumir e ando por aí pensando em ti.
Você está tão longe de mim.
Você pertencerá sempre a mim e eu a você.
Nós ecoamos amor, confiança e segurança um ao outro.
Isso basta.
Não amor. O que bastaria é tê-lo aqui nos braços de sua amada e dizendo-lhe tudo que significa para mim.
O MUNDO!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para mim..

VIVIAN E O PODER DE LUTAR

Era um dia bem chuvoso e frio e Vivian se perdia em seus pensamentos sobre quem realmente era e para que razão estava nesse mundo, enquanto...