quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

SEUS LÁBIOS


















Como quero prová-los.
Sentir teu calor.
Sentir teu gosto.
A maciez dos teus lábios encostando-se nos meus.
Ambos trocando bem mais que uma saliva, mas sim compartilhando ternura, a pureza, o amor e o desejo que sentimos um pelo outro.
Lábios que murmuram no ouvido palavras de paixão, de sedução, gentileza...
Compaixão pelo próximo que sofre, ou também coisas tristes, maldosas que prejudica o outro.
Lábios que tocam bochechas num gesto de amizade ou carinho.
Lábios que passam pela boca, orelha, nuca, pescoço, causando um gostoso arrepio, quando o desejo é maior entre nós.
Lábios que te torna mais sensual e bonito, ou feio... Tudo é tão relativo.
Não é só formato, ou se eles são mais finos ou grossos, mas como os usa, como se expressa através deles.
Lábios que encantam e seduzem.
Lábios que acalenta e conforta.
Lábios que maldizem, ou fazem os outros sofrerem.
Lábios, seus lábios, esses que um dia hei de experimentar.
Sentir o gosto da hortelã que sai da horta, que dá sabor e frescor ao beijo tão esperado.
Vem me fazer sentir o gosto e calor dos teus lábios, enquanto sente dos meus.
Olho-te. É a única coisa que posso fazer.
Nem sei se posso querer, não sei se quer também.
 A timidez impede-me de agir e o medo de receber um não é maior... Seria cruel.
 Venha adoçar meus lábios com o mel que vem dos seus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para mim..

VIVIAN E O PODER DE LUTAR

Era um dia bem chuvoso e frio e Vivian se perdia em seus pensamentos sobre quem realmente era e para que razão estava nesse mundo, enquanto...