sábado, 17 de dezembro de 2011

MISTÉRIOS DA VIDA E HIPOCRISIA DA SOCIEDADE

 

 

Parei... Sinto-me frustrada comigo mesma.

Decepcionada com as pessoas, com a realidade da sociedade hoje.

Peco-me em ser tão sonhadora, acreditar na verdade, sinceridade entre as pessoas.

Peco-me em sonhar com um amor; namoros reais, amizades mesmo distantes; na boa intenção do próximo.

Afinal, o que nós seres humanos queremos?

A verdade, ou a mentira bonita que nos ilude?

Pregamos uma coisa, mas vivemos ou desejamos outra.

Só vive bem quem é hipócrita? Cruel conclusão!

Por dentro cresce a impaciência; a ansiedade que me faz comer sem ter fome; cresce a revolta com as coisas que vemos e não sabemos o que fazer.

O que me reserva o futuro?A angústia se apressa em chegar e perturbar-me.

Amar-se é encontrar-se, estar equilibrado... Isso é tão difícil!

Quando eu crescer quero conseguir!

A autoestima está escassa... Será pela falta de autoaceitação?

Um dia será que me aceitarei como sou?

É preciso mais do que elogios para “levantar nossa bola e mantê-la no alto.”

Só levantá-la não basta, mas nos envaidece, e anima nossa alma quando ouvimos um elogio sincero.

Desejo amor, beijo, amassos, diálogo, boa convivência, confiança, amizade, relacionamento sério e normal.

Quero algo que saia da rotina chata... Sem tédio!

Alguém que queira andar de mãos dadas... Com orgulho da pessoa que o acompanha. É pedir tanto assim?

Têm momentos que eu penso que sim... Parece que sonho mais alto do que deveria.

Até quando aguentamos suportar; superar; persistir nos sonhos, mesmo diante de tantas dificuldades que aparecem; sem ajuda e clamor a Deus?!

Como viver entre a divindade e mundo... Nessa loucura em que vivemos?

Nessa hipocrisia que todos os dias presenciamos.

Será que só com yoga e meditação alcançaremos o equilíbrio sonhado?

Não tem como saber, a vida é tão misteriosa.

Alguns conseguem desvendá-la e serem felizes.

Outros passam a vida tentando e não conseguem... Morrem!

E outros tentam, desistem logo e passam a existência se sentindo frustrados, perdidos, fracos.

Qual é o melhor caminho a seguir para encontrarmos o que buscamos?

O Guia já tem, mas será que é possível seguir entre a via dupla: A divindade e o mundo e seus prazeres?

O ser humano nasceu dividido... Será que isso um dia mudará e passaremos a multiplicar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para mim..

VIVIAN E O PODER DE LUTAR

Era um dia bem chuvoso e frio e Vivian se perdia em seus pensamentos sobre quem realmente era e para que razão estava nesse mundo, enquanto...