sexta-feira, 2 de setembro de 2011

INCÔMODOS DA ALMA



 

Minh' alma se pacifica por uns motivos.
E ao mesmo tempo, se perturba por outros.
Por que nada é perfeito para sempre?
Por que sempre que estamos bem e felizes, aparece algo, ou alguém para nos incomodar, nos deixar aborrecidos, inseguros?
Nada permanece a vida toda igual... Seja a alegria, a felicidade, a paz d' alma, ou a tristeza.
O vazio no peito nos deixa sem vontade de animar, ou falar... Com anseio de se esconder do mundo, de si mesmo... Ficar quieto.
E tem momentos que esse vazio dá vontade de um ombro para chorar, um colo para se deitar, um ouvido para te escutar, e compreender...
O amor por pessoas queridas, a paixão por ti... Ambos ainda mobilizam o coração a pulsar forte, e irradiar luz... Iluminando todos que ama.
E oculta a sombra, a escuridão que sempre rodeia nossas auras... Uma hora, ou outra.
Momentos, palavras, sentimentos... Tudo pode incomodar a alma, deixando sua serenidade de lado...
Restando apenas pedir a Deus, para dar-lha o conforto, e quietação necessária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para mim..