domingo, 9 de maio de 2010

M Ã E

Palavra com um significado muito especial, como esta, não tem igual.
Mãe é doação de sua vida por seus filhos, doa todo seu tempo, seu coração.
Tudo que ela tem ou pensa é para o(s) filho(s), sempre quer o melhor pra ele(s).
Mesmo não sendo tão bom às vezes, esse melhor que ela idealiza.
Mãe se preocupa todo o tempo, desde que nascemos até quando adultos, e com família formada.
Mãe é significado de proteção, mas também sabe dar independência ao filho quando ele souber viver, e fizer suas escolhas sozinho, sem vê-lo como sua propriedade.
Mãe é amiga, compreensiva, confiável, acolhedora, sempre está de portas, coração e abraços abertos para quem nela quer se confortar, se aconselhar, “se abrir”.
Mas ás vezes é chata, e quando briga não para de falar a mesma coisa, é imperfeita, tem seus problemas, medos e inseguranças, fragilidade, quer carinho e colo, como qualquer outro ser humano.
Raramente as enxergamos assim com imperfeições, as vemos como heroínas, perfeitas, um exemplo de mãe, e mulher pra ser, ou no caso dos filhos, uma mulher a encontrar.
A minha mãe é tudo de mais precioso que eu tenho na vida, não seria nada que sou se não fosse por ela.
Não vou nem me imaginar sem, pois me dá vontade de chorar sem parar.
Tenho com ela, uma dívida e uma gratidão que nunca poderei pagar, nem com mil anos. Nem mesmo com todo o amor que eu tenho por ela, que é infinito.
Mãe é além de única na nossa vida, é indescritível, só quem é mãe, que pode saber a emoção que dá.
Não falo das mulheres que geram e deixam bebês no lixo, no rio, ou abortam por não ter condição financeira e emocional de criar.
Ou por simplesmente, irresponsabilidade, imaturidade de fazer e não querer cuidar.
Ou das mães que espancam ou até matam, aquelas que não dão carinho, atenção, não têm respeito e amor dos filhos, não demonstram autoridade, apenas os “compram”.
Falo aqui de mães, com todas as qualidades e até defeitos que disse antes.
Falo das mães que dão seus filhos pra protegê-los, dar-lhes uma vida melhor com outra família. Uma vida melhor que ela não pode dar.
Falo de mães que adotam filhos de seus companheiros ou de pessoas desconhecidas e os amam como seus.
Falo de mães que mesmo na eternidade sentem todo o respeito, carinho, amor e boas lembranças, que aqui na Terra, ela deu, e deixou para os filhos.
Falo principalmente da minha, da sua mãe, que inspiradas por Maria Santíssima, souberam doar-se inteiramente.
Sempre querendo o melhor e a felicidade de seus filhos, estando com eles em todas as horas, e orando pra Deus protegê-los, abençoá-los e fazer Sua vontade.
Pois independente de religião ou crença, é bíblico que Maria se entregou nas mãos de Deus, e se fez mãe do Salvador. Esteve com Ele nos momentos mais importantes, e entregou-o á Deus.
Sofreu com o julgamento crucificação e morte Dele.
Mas também louvou pelos milagres que Ele fez, e Sua ressurreição.
Quero através deste poema, desejar que os filhos respeitem e valorizem suas mães, que são únicas e insubstituíveis, estejam onde estiverem.
Quero principalmente parabenizá-las e agradecer-lhes pelo amor, dedicação e doação integral que fizeram a nós filhos, esquecendo muitas vezes de si mesmas, como pessoas e mulheres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para mim..